2 de setembro de 2016

Rebelde sem causa

As pessoas que estão depredando patrimônios públicos e privados, bloqueando ruas, atacando policiais em nome do "Fora Temer" são em sua maioria uma geração que não sabe o que é viver sob opressão, censura e regime ditatorial. É a geração que mais goza de liberdade na história do Brasil. Liberdade de opinião. De estilo de vida. Liberdade sexual. Liberdade para colher os frutos do seu trabalho e estudo. O mais irônico é que dizem lutar por isso.

E agora ameaçam essa liberdade e até sua integridade física para defender políticos de passado duvidoso e ética questionável. Demagogos que se denominam porta voz dos excluídos. Que usam discursos datados com ranço de um sistema político fracassado.

Dizem que lutam pela democracia, mas não admitem opiniões adversas. E na primeira chance que tem chamam de "reaça" e fascista (que aliás é uma ofensa grave e passível de processo) quem não concorda com eles. Mentalidade essa advinda do ensinamento de professores socialistas nas escolas e universidades. E depois falam que escola sem partido é escola sem pensamento crítico. 

Professores que criaram uma geração de preguiçosos mentais com uma visão unilateral e raivosos que lutam por algo que nem sabem o que é. Eu chamo de rebeldes sem causa. Que Deus abençoe essa geração e os nosso filhos. E desejo essa benção sabendo que corro o risco de ser chamado de cristão opressor.

Guilherme Palma

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião. Critique, comente a vontade. Comentários com palavrões serão excluídos.